Súplica

 

Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

 

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria…
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.

 

¬ Miguel Torga ¬



Postado por: ð¡n às 09h57
| envie esta mensagem [link]



Hoje deitei-me ao lado da minha solidão

 

Hoje deitei-me ao lado da minha solidão.
O seu corpo perfeito, linha a linha
derramava-se no meu, e eu sentia
nele o pulsar do meu próprio coração.

 

Moreno, era a forma das pedras e das luas.
Dentro de mim alguma coisa ardia:
o mistério das palavras maduras
ou a brancura de um amor que nos prendia.

 

Hoje deitei-me ao lado da minha solidão
e longamente bebi os horizontes.
E longamente fiquei até ouvir
o meu sangue jorrar na voz das fontes.

  

 ¬ Eugênio de Andrade ¬



Postado por: ð¡n às 09h51
| envie esta mensagem [link]



Lembro-me bem do seu olhar

Lembro-me bem do seu olhar.
Ele atravessa ainda a minha alma,
Como um risco de fogo na noite.
Lembro-me bem do seu olhar. O resto…
Sim o resto parece-se apenas com a vida.

 

Ontem, passei nas ruas como qualquer pessoa.
Olhei para as montras despreocupadamente
E não encontrei amigos com quem falar.
De repente vi que estava triste, mortalmente triste,
Tão triste que me pareceu que me seria impossível
Viver amanhã, não porque morresse ou me matasse,
Mas porque seria impossível viver amanhã e mais nada.

 

Fumo, sonho, recostado na poltrona.
Dói-me viver como uma posição incómoda.
Deve haver ilhas lá para o sul das coisas
Onde sofrer seja uma coisa mais suave,
Onde viver custe menos ao pensamento,
E onde a gente possa fechar os olhos e adormecer ao sol
E acordar sem ter que pensar em responsabilidades sociais
Nem no dia do mês ou da semana que é hoje.

 

Abrigo no peito, como a um inimigo que temo ofender,
Um coração exageradamente espontâneo,
Que sente tudo o que eu sonho como se fosse real,
Que bate com o pé a melodia das canções que o meu pensamento canta,
Canções tristes, como as ruas estreitas quando chove.

 

¬ Fernando Pessoa ¬



Postado por: ð¡n às 09h36
| envie esta mensagem [link]



Só Tu

 

Dos lábios que me beijaram,
Dos braços que me abraçaram
Já não me lembro, nem sei…
São tantas as que me amaram!
São tantas as que eu amei!

 

Mas tu - que rude contraste!
Tu, que jamais me beijaste,
Tu, que jamais abracei,
Só tu, nesta alma, ficaste,
De todas as que eu amei.Só Tu

 

Dos lábios que me beijaram,
Dos braços que me abraçaram
Já não me lembro, nem sei…
São tantas as que me amaram!
São tantas as que eu amei!

 

Mas tu - que rude contraste!
Tu, que jamais me beijaste,
Tu, que jamais abracei,
Só tu, nesta alma, ficaste,
De todas as que eu amei.

 

¬ Paulo Setúbal ¬



Postado por: ð¡n às 09h07
| envie esta mensagem [link]



Jura secreta



Só uma coisa me entristece
o beijo de amor que não roubei
a jura secreta que não fiz
a briga de amor que não causei



nada do que posso me alucina
tanto quanto o que não fiz
nada que eu quero me suprime
do que por não saber, ainda não quis



só uma palavra me devora
aquela que meu coraçao nao diz
só o que me cega e o que me faz infeliz
é o brilho do olhar que não sofri...



¬ Sueli Costa ... Abel Silva ¬



Postado por: ð¡n às 09h47
| envie esta mensagem [link]



"Se não for para voar até o céu,
Não me peça para tirar os pés do chão."

 



Postado por: ð¡n às 09h44
| envie esta mensagem [link]



Enquanto houver amizade

 



Pode ser que um dia deixemos de nos falar,
mas, enquanto houver amizade,
faremos as pazes de novo.
Pode ser que um dia o tempo passe.
Mas,se a amizade permanecer,
um do outro ha de se lembrar.



Pode ser que um dia nos afastemos.
mas,se formos amigos de verdade,
a amizade nos reaproximara´.



Pode ser que um dia não mais existamos.
Mas se ainda sobrar amizade,
nasceremos de novo, um para o outro.



Pode ser que um dia tudo acabe.
Mas,com a amizade
construiremos tudo novamente,
cada vez de forma diferente,
sendo único e inesquecível cada momento
que juntos viveremos e nos
lembraremos para sempre



Postado por: ð¡n às 09h42
| envie esta mensagem [link]



 

Aquilo que está
escrito no coraçao
não necessita de agendas
porque a gente não esquece.
O que a memória ama


...


fica eterno.

 

¬ Alice Ruiz ¬



Postado por: ð¡n às 12h14
| envie esta mensagem [link]



Seu nome esqueci sim
Só dói quando
Chamo por mim

 

¬ Alice Ruiz ¬



Postado por: ð¡n às 12h12
| envie esta mensagem [link]



 

"É erótico ver uma mulher que sorri,
que chora, que vacila,
que fica linda sendo sincera,
que fica uma delícia sendo divertida,
que deixa qualquer um maluco sendo inteligente.
Uma mulher que diz o que pensa,
o que sente e o que pretende. "

 

 ¬ Martha Medeiros ¬



Postado por: ð¡n às 11h52
| envie esta mensagem [link]



 

Eu quero um colo, um berço,
um braço quente em torno ao meu pescoço,
uma voz que cante baixo e pareça querer me fazer chorar.
Eu quero um calor no inverno,
um extravio morno de minha consciência e depois sem som,
um sonho calmo, um espaço enorme,
como a lua rodando entre as estrelas.

 

Fernando Pessoa



Postado por: ð¡n às 11h49
| envie esta mensagem [link]



 

Me cuidarei, pode deixar.
Me cuidarei para estar inteira amanhã de novo, para te ver de novo, te beijar de novo.
Me cuidarei para me tocares com suavidade, para nunca encontrares um arranhão sobre a minha pele.
E cuidarei do meu humor, dos meus cabelos, cuidarei para não perder a hora, cuidarei para não me apaixonar por outro, cuidarei para não te esquecer, vou me cuidar.
Fica a meu encargo voltar pra você do mesmo jeito que você me viu hoje.
É de minha responsabilidade não ficar triste, não deixar ninguém me magoar, não deixar que nada de ruim me aconteça porque você me ama e não agüentaria.
Claro que me cuido, nem precisava pedir.
Te cuida, dissera ele. E eu ouvi como se fosse um
Te amo...

 

¬ Martha Medeiros ¬



Postado por: ð¡n às 14h24
| envie esta mensagem [link]



"Hoje eu não sei dizer! Só sei sentir.
Há dias em que as palavras não são capazes de traduzir
o sentimento. E por isso a solidão se instaura, a sensação
de estar só é a mesma de não saber dizer.
Talvez seja por isso que só as pessoas que verdadeiramente
se amam são capazes de suportar o silêncio...
Ficar calado é uma forma de dizer sem conceituar.
Os conceitos são formulações fáceis, o silêncio não.
Descobrir o que o silêncio diz requer mestria, observação
minuciosa. É bom não saber dizer...
Bom mesmo é ser compreendido, mesmo quando não sabemos dizer...
Amar é uma forma de crer em silêncio!"


¬ Padre Fábio de Melo ¬



Postado por: ð¡n às 14h19
| envie esta mensagem [link]



 

Que corajosos somos nós,
que apesar de um medo tão justificado,
amamos outra vez e todas as vezes
que o amor nos chama,
fingindo um pouco de resistência
mas sabendo que para sempre
é impossível recusá-lo.

 

 

¬ Martha Medeiros ¬

 



Postado por: ð¡n às 14h12
| envie esta mensagem [link]



 

...Sempre que partes, morro um pouco
por não saber se retornas.
Minhas mãos doem de tanto abrir-se
para que vás tranqüilo.
Só assim hás de querer estar comigo;
sem que eu insista

 

(Fingir que te deixo livre
é um jeito egoísta
de amar.)

 

¬ Lya Luft ¬



Postado por: ð¡n às 14h10
| envie esta mensagem [link]



Cheiro de infância

 

Cheiro de infância tem o perfume de café torradoda torrefação, que tinha na minha rua.

 

No final da tarde, o perfume suave e deliciosamente penetrando em meus sentimentos.

 

De criança levada,  a brincar na rua, sem perigo, sem movimento de carros.

 

Na minha infância, todos brincavam na rua

 

E não tinha ninguém que trocasse um jogo de bolinha de gude por nada nesse mundo.

 

Ou mesmo um chá de bonecas. Ah! que delícia...

 

Tinha madrinha e tudo.

 

Bolo em forminha de empada...Vestido novo feito por nós, de retalhos que a vovó guardava.

 

Laço de fita, e velinhas.

 

Eu era a única menina entre os 9 netos dos meus avós mas, meus primos sempre me faziam os "mimos" assim, tanto eu brincava com eles com seus brinquedos de "meninos" como jogar pião, estilingue, bolinhas de gude e carrinho de rolemã, quanto eles brincavam comigo com minhas bonecas. Eu adorava..."mandava" em todos, mesmo eles sendo mais velhos do que eu. E eles não reclamavam, ao contrário, sempre gostavam de também brincar comigo. E eu, saia distribuindo afazeres... você é o pai, você o tio, outro o irmão, os outros os primos e pronto! A família da boneca era enorme...

 

Entre as bolinhas de gude, o carrinho de rolemã e as bonecas, nunca sabia decidir o que mais me atraía. Brincava de tudo, sem malícia, sem violência, sem distinções entre meninos e meninas. Éramos crianças e agíamos como tais. Nada de milhões de aulas de dança, inglês, judô, natação... e tantos outros  compromissos que os pais hoje impõem aos filhos, por falta de tempo de estar com eles, de dar-lhes carinho e atenção. Ligam a "babá eletrônica" - a televisão , hoje mais sofisticada - o computador - e pronto: lançam seus filhos ao mundo. Às vezes me pergunto: quais serão as lembranças dessas crianças amanhã? Que cheiros os farão lembrar de suas infâncias? Que brincadeiras terão eles a recordar?

 

Ah! meus amigos... que pena!

 

Mas,  digo a vocês que,   é doce e perfumado o cheiro da minha infância, porque foi feliz e despreocupado como deve ser a vida de criança.

 
¬ Rosy Beltrão ¬



Postado por: ð¡n às 14h08
| envie esta mensagem [link]



.:: Olhando Estrelas ::.


UOL









.:: E-mail ::.

E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
ð¡n



.:: Outros ::.










.:: Histórico ::.

24/05/2009 a 30/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Þarte ðe M¡m
Simples Ana
ð¡n
Blog do Serelepe
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†
Tempestade®Music



Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond



Prece Irlandesa

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de tuas mãos!"



 



UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...



.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog

.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar




XML/RSS Feed
Leia este blog no seu celular



.:: Poema ::.


Nas asas de um ANJO
Ana €!¡sa


"-EU AMO VOCÊ..."

Tantas vezes me perdi em imaginar tua boca
Teu olhar...
Sussurros e gemidos no meu ouvido
Falando desse amor tão nosso.

"-Quero ser tanto para ela, estar presente o tempo todo...
cuidar dela...amá-la loucamente, que a possibilidade de não acontecer me assusta "

Nossos sonhos ultrapassam as barreiras da legalidade
Desaparece no querer estar junto
Nos permitimos estar separados...
Protegidos sob as asas de um ANJO
Conduzidos por esse amor que nos prende.
Nos preenche.

"-EUTEAMO"

Imunes??
Não estamos...
Estamos sozinhos nessa torrente de sentimentos
Louca paixão...
Fulminante e fascinante.
-te amo demais

"-eu sei disso......e tb sinto o mesmo"

Torrente de desejos...
Permitido a poucos.

"-sei que não acontece para qqer um, temos até que agradecer a Deus
por nos dar essa oportunidade de amar assim,
pena não ter sido num momento melhor"

-eu agradeço, todos os dias, desde q te conheci...o Homem q vc é...
-foi mágico... único.

"-Temos que aprender a superar ou a suportar"

Os sonhos não podem e nem devem ser superados...
Suportar as dificuldades...
Enfrentar as tempestades...
Sorrir e permitir as calmarias
Repor as energias.
Ter pensamentos perdidos...
Encontrá-los um no outro.

"-precisando muito de vc"

Dê-me força...te dou tempo
Esperanças...te dou minha vida
Protegida sob asas...
Amada sob asas
De um ANJO.



.:: Créditos ::.

.:: Layout: Thomoeda ::.



Todos os direitos
reservados ©
___________